PESQUISE NO BLOG

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

CINCO CARROS MAIS FEIOS VENDIDOS NO BRASIL #2

Gosto não se discute, é claro. Mas no mundo automobilístico “beleza (não) é fundamental” e nem sempre significa qualidade. Quem nunca ouviu falar que não se deve comprar nada só pela embalagem? A lista a seguir é uma atualização desta, que continha apenas cinco carros, mas com o passar do tempo, ficou pequena para tanta feiura.

Novo Palio: Em dezembro de 2007 os engenheiros da Fiat do Brasil, se reuniram na região da Toscana, com um único objetivo: Criar uma nova geração para o Fiat Palio. Depois de inúmeras garrafas de vinho, Fettuna com crostini di cavolo nero, La Ribolitta com Bruschetta e Panzanella à vontade, os caras definiram qual seria a equipe responsável pelo design do carro. “– Vamos fazer o seguinte, amigo mio. Que tal deixar que os nossos filhos desenhem o carro?” E foi assim que o novo Palio tomou forma. Mas não se espante se algum dia você ouvir alguém dizer que o novo Palio é lindo. Sim, tem gente que não enxerga a feiura.


Nissan March: O March é igual ao Crocs. É feio pra dedéu, mas tem gente que gosta tanto que nem liga. O pior de tudo não é nem a feiura desse carro. O pior é a Nissan vender um carro mexicano e dizer para todo mundo que é japonês.

Chevrolet Montana: Conversa dentro da GM: “– Vamos fazer uma nova Montana? – Sim! – Então é o seguinte, sabe aquele belo carro que foi desenhado pelos argentinos? – O Agile? – Sim! Vamos fazer igual! Chamem os “gênios” do designer automotivo e vamos trabalhar em conjunto!” O resultado é este aí.




Fiat Uno: Projeto inicial: “Fazer um carro feio, feio mesmo e dizer às pessoas que ele é lindo.” Um italiano vira para outro e diz: “ – Eles vão acreditar! Eu aposto uma Ferrari !” O outro responde: “ – Vai vender igual água! Eu aposto duas!” Hoje, os dois com suas Ferraris estão pegando as italianas mais gostosas do mundo, enquanto você está andando de … Uno! E o pior, achando o máximo!


Toyota Etios: Existe carro que é feio por fora, mas por dentro até que dá para encarar. Como dizia um amigo meu, “Carro tem que ter o interior bonito. O exterior é bobagem. A gente passa a maior parte do tempo dentro do carro, então, que pelo menos o interior seja bonito.” No caso do Toyota Etios a feiúra é dupla. Por fora parece que o carro já vem de fábrica todo batido e por dentro... bem... dispensa comentários...




Gosto realmente não se discute. Um determinado carro pode ser feio para uns e lindo para outros. O que não se pode confundir é beleza com qualidade. E se beleza fosse sinônimo de qualidade, muito carro que foi considerado bonito não teria a má fama que tem hoje. E vice-versa. Faltou algum carro feio na lista? Deixe aí nos comentários.