Pular para o conteúdo principal

Direto de Detroit: Comercial da nova F-150 deixa claro o quanto o Brasil está atrasado no segmento...

Não é segredo para ninguém que o Brasil está sempre atrasado em relação ao resto do mundo, principalmente quando comparamos com países ricos e com a maioria dos emergentes. Isso em todos os setores. Mas o que vem se distanciando a cada ano é o segmento de picapes. Até meados dos anos 90 nós tínhamos algumas boas opções por preços razoáveis, mas de lá pra cá, as montadoras insistiram em investir nas famigeradas picapes compactas. Com isso, as verdadeiras picapes, ficaram muito mais caras e distantes da maioria da população que realmente precisa de uma.

Modelos como Toyota Hilux, Ford Ranger, Chevrolet S-10, que deveriam ser picapes para classe média agrícola, se transformaram em carros urbanos, de madames e playboys coroas com crise de meia idade. Mesmo assim e talvez por isso, o segmento ficou tão defasado em relação ao resto do mundo. Basta olhar esse post – 5 picapes que deveriam ser vendidas no Brasil – para entender melhor.

Já nos EUA, país apaixonado pelas “trucks”, a história é outra. Além das picapes serem direcionadas para o público correto – aquele que realmente precisa de um carro alto, forte e com grande capacidade de carga – elas são financeiramente acessíveis. Outro detalhe importante é a tecnologia e a inovação a serviço do trabalhador, como podemos ver no comercial abaixo.

É claro que com tantos recursos e um mercado tão atrasado como o nosso, uma picape dessas, por aqui, seria vendida pelo preço de uma Ferrari. No Brasil, o pequeno agricultor tem que se contentar com Stradas, Saveiros, Montanas... as nossas velhas charretes financiadas de 50 mil dilmas, que no final das contas, mesmo com os benefícios do Governo, o sujeito compra uma Strada pelo preço de uma Hilux.

Prepare o babador e confira abaixo o comercial da Nova F-150:

Postagens mais visitadas deste blog

AS VANTAGENS DE COMPRAR UM VW GOL

Muito tem se falado dos carros "nacionais". Uns metem o pau, outros elogiam e alguns até os veneram cegamente torcendo como se fossem times de futebol. A verdade é que existem vantagens e desvantagens nesses carros.

Num mercado tão peculiar como o nosso e cada vez mais exigente, fica difícil saber quais as verdadeiras vantagens de se comprar um automóvel "nacional". Vejamos então quais são as vantagens de se comprar um Gol, o carro mais vendido do Brasil, que hoje enfrenta uma queda brusca nas vendas por motivos óbvios.

CINCO CARROS 1.4 MAIS POTENTES

Sem delongas, vamos aos carros 1.4 "nacionais" mais potentes do mercado. Economia, conforto, espaço interno, nada disso vale aqui. O que vale é subir o morro tranquilo, com as bagagens e a família toda no carro. Será que isso é possível? Vamos à lista:


5 - Peugeot 207 1.4 16v
O 207 conseguiu uma façanha que parecia ser impossível. Ser menos potente que os motores Fiats. De imediato, os números não parecem surtir efeito. Mas é quando se anda no francesinho, que o desespero de pegar um morro vira rotina. O Citroen C3 tem o mesmo motor do 207.
Potência máxima (cv): 80,0 (G) / 82,0 (E) a 5.250 rpm
Torque máximo (kgf.m): 12,85 (G) / 12,85 (E) a 3.250 rpm

Ford vai utilizar o Microsoft HoloLens para projetar carros

Criticado por uns e amado por outros, o Microsoft HoloLens vem ganhando força no setor industrial. A prova disso é que a Ford se uniu à Microsoft para projetar seus carros em realidade aumentada.