PESQUISE NO BLOG

sábado, 5 de abril de 2014

Novo Ford Escort enfrenta testes pesados na neve e pode ser vendido na Europa

    Foto: CarPix

Desde que a Ford apresentou o conceito do novo Escort no Salão de Xangai, quase nenhuma novidade surgiu até então. Mas nessa semana uma unidade camuflada do Escort foi flagrada em testes pela Europa. Aparentemente não houve alterações estéticas, embora seja difícil afirmar já que o modelo visto possuía camuflagem muito pesada. A gama de motores que vai equipar o Escort ainda é um mistério, mas podemos esperar por motores de três cilindros, um ponto alguma coisa turbo ou qualquer outro que seja ecologicamente correto e econômico.

Tá, e o que nós “brasileiros fieteiros” temos com isso? Por enquanto nada, mas o simples fato da Ford testar o carro em território europeu só pode significar uma coisa: que a marca americana planeja vender o Escort em outros países, ao contrário das informações anteriores de que ele só seria lançado na Ásia.
Eu não descartaria a vinda do Escort para cá, por dois motivos: 1- Ele tem mercado e nome. 2- A Ford só tem a ganhar. O Fiesta Sedan está longe de concorrer diretamente com Cobalt, Versa e sabe-se lá mais o quê. Talvez o novo Ka sedan dê conta do recado, mas vá lá, a Ford cometeria os mesmos erros da década passada deixaria de oferecer um sedan maior ficando apenas com o popular. Se apostar num sedã mais espaçoso, guerreiro e com forte apelo para frotista, a Ford vai elevar, e muito, as vendas da marca no Brasil.

A verdade é que a montadora do Oval Azul se perdeu no final dos anos noventa e nunca soube ao certo que rumo seguir. A ascensão dos franceses e a invasão chinesa só fez piorar as coisas. Trazer o New Fiesta foi uma boa jogada, mas ainda é pouco. A Ford precisa de carros realmente atraentes e que continuem atraentes mesmo depois de usados. Talvez o novo Escort seja o candidato ideal.