Pular para o conteúdo principal

O que mudou no mercado automobilístico?

Desde que eu abri este blog o mercado automotivo mudou muito. Me lembro de ter dito em algum post perdido por aí, que no futuro (presente) o Gol não seria o carro mais vendido, o Uno (Mille) não existiria e o brasileiro não ia se contentar com carros pelados.

Bem, isso foi dito em meados de 2010 e em pleno 2018 o que vemos por aí é exatamente isso o que aconteceu. Muita coisa no mundo mudou e não poderia ser diferente no mundo automotor, nem no Brasil. Graças a Deus o ser humano evolui e o brasileiro, com sua democracia tão jovem, também evolui.

Ainda temos que melhorar muito, mas se olharmos para trás vamos notar que nunca estivemos tão bem.

Apensar dos carros estarem cada vez mais caros, menos potentes e menores, vimos uma crescente melhoria no acabamento, segurança e nos itens de conforto. O que é muito bom, visto que há 10 anos, ter um carro com ar e direção hidráulica era considerado artigo de luxo.

Ainda há muito o que melhorar, principalmente no tocante a margens de lucro das montadoras, impostos e, claro, o preço final dos automóveis vendidos no Brasil. Eu nunca abandonei a minha luta por redução de imposto. E digo mais, não descano enquanto não conseguir. "Ah, vai morrer tentando". Que seja, pelo menos vou lutar até o fim para que os brasileiros paguem um preço justo nos carros.

Se você quiser ficar por dentro das novidades, lançamentos e principalmente as mudanças no mercado automobilístico brasileiro, não deixe de me acompanhar na W Rádio Brasil.

De segunda a sexta apresento o Minuto Automotivo, com tudo o que você precisa saber sobre o mundo dos carros. Vamos lutar juntos pelo nosso país, bora arregaçar as mangas!

Comentários