O ABSURDO PREÇO DAS PEÇAS DE REPOSIÇÃO #1

Antes de falarem que eu sou fanático pela marca, vou dar as devidas explicações. Trabalho com a revenda de VWs, logo, tenho maior experiência em Volks do que outras marcas. Trabalho também com Fiat, GM, Ford e outras, mas minha especialidade é Volkswagen. Sem mais delongas, vamos ao que interessa.


Não é de hoje que vejo roubos descarados nas redes autorizadas. Aí entra VW, Fiat e todas as outras. Há pouco tempo comprei um farol para um Gol G4, que eu estava vendendo, e me deparei com a seguinte situação.

Farol máscara cinza Arteb, original VW, por R$413,58 em São Paulo. Em uma pesquisa rápida, pelas concessionárias de SP, que tinham o farol, o preço ia de R$413,58 a R$615,52. Em duas concessionárias, num mesmo bairro, o preço variava em mais de 15%.

Em uma delas, o farol era tão caro, que o próprio funcionário sugeriu que eu comprasse o paralelo, já que não iria ficar com o carro. Como não tenho o costume de fazer esse tipo de coisa, aliás, odeio produtos paralelos, mesmo que não achasse o original a um preço justo, o farol iria ficar quebrado, mas não trocaria por um pirata.

Todas as vezes que coloquei o paralelo, tive problemas, tanto nos meus carros, quanto nos carros de clientes. Tenho ódio mortal dessas peças e de quem as vende.

Continuei minha busca e o preço mais em conta que encontrei numa concessionária foi de R$410,00 com desconto para pagamento à vista. Anote aí, o mais barato na autorizada foi de quatrocentos e dez reais à vista!!!

Vamos ao paralelo, chinês, ching ling, lixo. Numa rápida pesquisa pelo Mercado Livre encontrei vários modelos. O mais barato por R$85,90. Sim, oitenta e cinco reais e noventa centavos. Um lixo, mas igualzinho ao original. Esse tipo de farol tem vários problemas com a regulagem de altura, durabilidade da lente, mau acabamento (na primeira lavagem embaça) e péssima iluminação. Chega a ser perigoso andar com um carro, à noite, com um farol desses.

O grande problema, infelizmente, não é o farol ser paralelo, é justamente o preço dele. Um original custa mais de trezentos reais a mais que ele. O sujeito compra o par e não sai ao preço de um original! Já vi vários carros com faróis piratas e cada um pior que o outro. Muitas vezes, pessoas de bem, gente com situação financeira boa e que poderia muito bem comprar o original. Mas com uma diferença de preço como essa, fica difícil.


Como para mim virou rotina esse tipo de coisa, toda vez que pinta um carro com esses faróis, antes de revender, eu troco pelos originais e compro sempre direto com o fornecedor por cerca de R$340,00. É caro, muito caro, mas frente aos R$615,52 de algumas concessionárias, acaba virando uma pechincha.

Este foi um exemplo, de uma peça. Existem outras milhares de peças neste mesmo esquema. Gente comprando amortecedores paralelos, pastilhas de freios ching lings, cinto de segurança pirata e uma pá de peças. O que vai ser dessas pessoas? Dos ocupantes desses carros e de outros? O sujeito compra um carro "nacional", mete um monte de peças porcarias, transforma em carro chinês e depois mete o pau nos asiáticos.

Infelizmente isso tem acontecido cada vez, com mais frequência. Antes, apenas com os carros mais populares, Gol, Palio, Fox, Uno, Voyage. Agora já vejo com Golf, Vectra, Polo e por aí vai.

A culpa acaba não sendo de quem escolhe comprar um produto desse para o seu carro, e sim, dos concessionários “bandidos”, que querem um lucro absurdo, e culpa do governo, que não incentiva a produção local e não reduz os malditos impostos.

Postagens mais visitadas